12/01/2022 10h51

Freios de carbono-cerâmica da Tesla custam mais que o novo Honda City

 


 

O Tesla Model S Plaid é o modelo de produção mais rápido da empresa, indo de 0 a 100 km/h em menos de 2 segundos - graças aos motores elétricos que entregam até 1.020 cv.

Para conter tanta fúria, o esportivo precisa de um conjunto de freios igualmente potente. Por isso, a fábrica comandada por Elon Musk acaba de apresentar um kit de freios de carbono-cerâmica de alto desempenho para o sedã.

O que chama a atenção, porém, é o valor do opcional: US$ 20 mil - o equivalente a R$ 112 mil na atual cotação. É mais que o dobro do que a Porsche cobra pelos freios do mesmo composto para o Taycan GTS nos EUA: US$ 9.040 (pouco mais de R$ 50 mil).

 

Freios de carbono-cerâmica da Tesla custam mais que o novo Honda City
 

O kit será oferecido apenas para o Model S Plaid com rodas Arachnid de 21 polegadas e começa a ser vendido em meados de 2022, segundo a fabricante. A expectativa é de que este seja o primeiro acessório de uma série específica para aumento de performance, voltada aos proprietários que pretendem levar seus carros para as pistas.


 

 

Tesla Model S Plaid: opcional, freio carbono-cerâmica custa R$ 112 mil

 

O kit inclui rotores de carboneto de silício-carbono totalmente novos que fornecem durabilidade máxima em alta temperatura e gerenciamento de calor, pinças forjadas de uma peça com pastilhas de alto desempenho e fluido de freio de alta temperatura.

 

Tesla Model S Plaid: opcional, freio carbono-cerâmica custa R$ 112 mil

 

Por Macora Automóves
}
Esse site usa cookies
Usamos cookies e semelhantes para melhorar a sua experiência. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Conheça nossa política de privacidade.